Wednesday, April 27, 2005


Quarta, 27 de abril, 2005

Minuteman Project e a reforma na imigração americana

As leis de imigração americanas precisam de mudanças urgentes. Quem não entende isso, ou acha que esse tipo de conclusão é de alguma forma racista, não tem a menor idéia do potencial explosivo da situação atual.

Uma prova concreta de que estamos chegando num limite é o Minuteman Project . 750 voluntários se revezam em turnos de oito horas e patrulham um pedaço de 23 milhas na fronteira do Arizona e México.

Os organizadores dizem que o programa é um sucesso. De acordo com o organizador Jim Gilchrist, esse ano a guarda da fronteira prendeu 2,500 ilegais na área coberta pelos Minuteman, comparado com 7,700 no mesmo período do ano passado.

Os críticos dizem que os ilegais simplesmente mudaram de área. Mas isso pouco importa. O que é importante é notar que essa atitude de "tomar a justiça nas próprias mãos" não vai parar até que algo seja feito. Quem acha que os americanos vão ficar somente fazendo passeatas com pombinhas na lapela não conhece nada daqui.

O Bush propôs a criação de vistos para "trabalhadores manuais". Atualmente, os vistos de trabalho são para profissionais especializados. A proposta está dividindo o congresso de uma maneira bem estranha. Alguns Republicanos querem uma lei mais branda, enquanto outros democratas querem uma lei mais dura.

E a divisão vai além dos políticos. O Sierra Club é contra. Moradores do Arizona são à favor.

No fim das contas, é uma decisão difícil. A anistia de 1986 não funcionou. O número de ilegais subiu de 2.7 millhões da época para 8 a 12 milhões atualmente. A única saída é criar uma alternativa legal, já que fechar totalmente a fronteira seria um esforço caríssimo e prejudicaria a economia.

Na teoria, o fato de um presidente Republicano estar propondo um programa desses deveria ser positivo. A oposição da ala 'ultra-conservadora' Republicana já era esperada. Mas essa estranha revolta de certos democratas, como a senadora Boxer, me cheira oportunismo. Não querem deixar o Bush (ainda mais ele!) receber o crédito por algo que eles sabem que é correto e inevitável.

2 comments:

smart shade of blue said...

Look at this:

http://www.becker-posner-blog.com/archives/2005/02/immigration_ref.html

Paulo said...

Valeu pela dica Smart. Eu concordo com um dos comments do post. Eh dificil demais, e talvez anti-etico, fazer um screening process tao especifico baseado em capacidades individuais. Acho que o sistema atual, de tentar achar pessoas para determinados empregos, eh um pouco melhor. O truque eh extender o sistema para os empregos manuais de forma efetiva.

Ah, so uma coisa. Infelizmente vc estava certo sobre o hitchhikers...