Thursday, August 03, 2006

Malucos e terroristas

O covarde de Seattle foi indiciado ontem. Além de ter matado uma mulher de 58 anos e atirado em outras 6 (incluindo uma grávida), ele foi acusado de sequestro e recebeu o agravante de "hate crime".

De acordo com os documentos oficiais, Naveed Afzal Haq invadiu o Centro Judeu de Seattle falando "This is a hostage situation, and I want these Jews to get out."

He later added: “These are Jews, and I’m tired of getting pushed around and our people getting pushed around by the situation in the Middle East.”

Mas obviamente isso não foi ataque terrorista. Foi só um pobre maluco tendo uma crise.

Será que existe alguma dúvida que todo terrorista é maluco no fim das contas?

2 comments:

Cisco said...

Isso não me parece terrorismo, em parte porque não faz parte de algo sistemático. Por exemplo: um linchamento de negros nos anos 20 poderia ser classificado como terrorismo, mas hoje não. Estou com dor-de-cabeça de mais para explicar porque faço a distinção, mas reconheço que essa não é uma questão que possa ser resolvida prima facie.

E não, nem todo terrorista é maluco. Errado, estúpido, maléfico, sim. Louco, não.

hermenauta said...

Já que você anda com um deficit de lógica, vamos lá: mesmo que todo terrorista seja maluco (o pessoal do Irgun era maluco, em sua opinião ?), daí não se segue, pela lógica, que todo maluco seja terrorista. Certo ?