Sunday, January 22, 2006

Marketing rules

É incrível como as pessoas se deixam enganar. Em inglês, a palavra que melhor define o que estou falando é gullible. Acho que em português a melhor tradução seria ingenuidade, mas gullible é mais especifico: é aquela ingenuidade que te leva a ser enganado por qualquer um.

Essa história do Google é um exemplo perfeito. Deveria ser evidente que o Google só está fazendo doce para aumentar sua imagem de empresa "alternativa", que "não se vende ao sistema" (essa é a principal estratégia de marketing contra o "Império do mal").

O governo não está pedindo nomes de usuários, está pedindo dados para comprovar a tese deles que os portais de busca levam crianças a pornografia. Se algo deve ser feito sobre isso é outra problema, mas o pedido atual do governo não tem nada de intrusivo. O estudo é funcional, e pode até mesmo provar que a teoria simplesmente não é verdadeira.

Dizer que esse pedido vai levar ao fim da privacidade online é mais um absurdo. É como dizer que a lista de anúncios de um jornal levaria ao nome de todos os compradores de todos os produtos. Lógico que se o governo quiser verificar quem é que está visitando sites de "como construir sua bomba" eles estão no direito deles. Ou não?

Mas não adianta. A notícia virou destaque em todos os jornais. Foi o suficiente para levantar a bandeira dos "privacy warriors". Ah, o Google é uma empresa que se importa com o povo! Não se curva aos poderosos! Isso vai acabar como em 1984! Viva o Google!

Enquanto isso, já tem gente culpando a queda no stock price na tal "briga com o governo".

You got to love these marketing guys.

10 comments:

Cláudio said...

Pois é Paulo, a ingenuidade é tanta que ninguém nem se pergunta porque o Google não bateu pé no lance da China que efetivamente interferiu no produto da empresa. Só que ali a questão era outra, e posar de "freedom defender" não ia dar em nada, muito pelo contrário.

Esses marketeiros conseguem convencer as pessoas que quem é mainstream na verdade é um cavaleiro alternativo numa batalha solitária contra o status quo.

Não sei como anda por aí mas, aqui no Brasil, botar um monte de gente de cabelo esquisito e roupas idem usando iPod, fez dele um produto alternativo, pode?

Cisco said...

Creio que o Google está também tentando proteger-se de futuros pedidos do governo americano de que a empresa forneça suas informações. Tem outra: se o Google for forçado a ceder informações, ou ceder de livre e espontânea vontade, os clientes podem achar que usar o sistema não é seguro. E ninguém quer perder clientes.

Paulo said...

Cisco,
Na verdade nao sao pedidos, sao ordens com aprovacao judicial. O Google na verdade so esta comprando tempo (e publicidade). Alem do mais, a questao nao eh seguranca e sim privacidade. E eu nao entendo qual tipo de privacidade as pessoas esperam de um search engine. Se vc procura por imagens ilegais, vc sta cometendo um ato ilegal. Se vc procurou por algo legal e sem querer achou algo ilegal, vc quer mais eh que o governo saiba o que vc estava procurando, nao eh mesmo???

[]s

Paulo said...

Parece que eu nao matei essa sozinho...
http://www.msnbc.msn.com/id/10947104/

Anonymous said...

fica dificil de entender exatamente do que vc estah reclamando, paulo. o que o google fez de errado, exatamente? li a materia da msnbc e concordo com tudo que estah lah, vc eh que distorceu as coisas aqui no blog.

eh uma questao de custo beneficio: o google factored in e decidiu que o good PR de implicar com o governo bush valia a pena os riscos de peitar a administracao federal. e acho que eh um excelente investimento, ele aumentou sua imagem de privacy champion, do no evil, etc, e ainda peitou a administracao bush, que eh sempre algo bonito de ver...

qual eh o problema de os caras fazerem uma coisa boa (nota: pra mim, ir contra a administracao bush eh algo intrinsecamente bom, sempre) e aproveitarem pra aumentar sua moral e fazer PR ao mesmo tempo?

alex castro

Pedro Almeida said...

Mas, FYI - se a tese do governo é de que "os portais de busca levam crianças à pornografia," de que servem os dados do Google, já que estes não permitem identificar a idade de quem faz a consulta?

É possível virar o argumento de cabeça para baixo e alegar que o governo está "indo atrás" do Google para manter sua imagem de defensor da moralidade, ainda que de forma inócua...

Mas numa coisa eu concordo: you got to love these marketing guys...

Fernando said...

Uma coisa é certa, faz tempo que os marquetim gáis dos outros estão ganhando de goleada dos marquetim gáis do governo. O Karl Rove deve andar preocupado demais em evitar ir pra cadeia.

Paulo said...

Alex,
O Google nao fez nada de errado, eu nao disse isso. So acho incrivel como as pessoas sao faceis de enganar.

Pedro,
Vc tem razao sobre o governo fazendo o papel oposto. Nao duvido que o objetivo final seja somente uma nova tax ou algo do tipo. Mas o estudo atual eh o que eh. Nao tenho detalhes sobre a metodologia (e acredito que os juizes devem ter perguntado a mesma coisa que vc perguntou). Se deram a warrant eh que existe alguma logica.

Fernando,
Sem duvida. Alias, a ultima 'ofensiva' do Bush e a consequente subida na popularidade mostra que eles nao fazem mais marketing porque nao querem. No fim das contas, essa eh uma caracteristica d governo Bush: Eles acham que nao precisam se preocupar com essas coisas.

[]s

Fernando said...

Paulo, discordo. Acho que eles se preocupam sim e muito com essas coisas. A forma como o fazem é que é altamente questionável. Mas é incrível como muitas pessoas se deixam enganar. :)

[]s

Diego-Mkt-USP said...

Eh Paulao......seguidores de Kotler...marketing eh tudu!!!!
Para ser mais especifico ..a imagem eh tudu ;)....
abracos