Monday, April 02, 2007

You've got to love them!



From here

8 comments:

Cláudio said...

Sensacional... isso mostra o quão azarados nós somos: um povo tão maravilhoso com um país tão, aham, problemático.

PATRICIA M. said...

No minimo, interessante. O povo votando em si mesmo? Realmente interessante.

Agora, comentando o comentario do Claudio. Quem faz o pais eh o povo. Entao se o pais eh tao, aham, problematico, mostra que o povo tambem eh problematico. Hahahahahaha.

Nao acredito que o povo brasileiro eh assim tao maravilhoso e tao heroico quanto querem nos fazer crer.

Paulo said...

O mais interessante eh imaginar porque o cara que bolou a pesquisa decidiu dar essa opcao...

Eh a materializacao do "if everyone is special no one is".

Cláudio said...

E o mais engraçado: os demais citados não são povo? :-)

Roger Moreira said...

As opções também são ótimas... Dá pra ver como estamos bem de figuras históricas e seus grandes feitos. Olha os mais votados:

Vargas, um ditador populista e nacional-desenvolvimentista.

Kubitschek, um democrata populista e nacional-desenvolvimentista.

Machado de Assis, um ficcionista.

Rui Barbosa, um burocrata pernóstico.

Tiradentes, bem, alguém sabe o que realmente se passava na cabeça do homem?

Dumont, pra mim, o único que se salva: um tanto fresco, mas um homem de talento, sem dúvida.

Christian Rocha said...

A Folha estava brincando, é óbvio. E por estar brincando, não havia como não votar n'"o povo" essa entidade abstrata linda desse brasilzão de meu deus.

Fui lá e votei, com a certeza de ter ajudado a jogar mais uma pazinha de cal sobre a imprensa brasileira.

Se vencesse, er..., uma pessoa, restaria um traço de possibilidade de a enquete ter alguma razão de ser -- o que seria estendido para a Folha.

Afinal, uma enquete boa pelas razões erradas.

solitarioh2005 said...

Não fazia ideia que este blog de lingua inglesa fosse lido por tantos falantes de lingua portuguesa.
Em portugal o português mais votado foi Salazar , o ditador que governou o pais durante mais de trinta anos.

Leonardo said...

Solitarioh2005, a escolha dos portugueses foi política, tanto que o mais votado foi Salazar, mas o segundo lugar ficou com o comunista Álvaro Cunhal. Acabou sendo a velha briga esquerda x direita.

No Brasil a coisa é pior, esta escolha não foi motivada por política, cultura, nem muito menos pela História, pois não temos a primeira, matamos a segunda e apagamos a terceira.